quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Pulsar

O som da floresta
é batuque da terra
é o chocalho das árvores
flauta do vento
corda dos cipós.

O cheiro da floresta
é flor sorridente
folha verde
terra fértil
úmida de prazer

A floresta
é mulher
forte e
dengosa
que gira
e gargalha
esperando ansiosa
a chuva...
água seminal.

É nesse encontro
de gemidas trovoadas
e de raios luz
que a floresta
deliciosamente
gera
a
vida.

Um comentário:

Verde disse...

Oi fefosa!
como estas linda?

goste muito de tus escritos
e acho que esqueci o portugues
jajaja
nao tan importante, ne?

jaja...eu te adoro en cualquier idioma!